Login | |

Cortaderia selloana

Erva perene de grande porte, até 2,5 m, formando uma grande roseta de folhas cortantes, encimada por grandes plumas branco-prateadas.

Nome científico: Cortaderia selloana (Schult. & Schult.f.) Asch. & Graebn.

Nomes vulgares: penachos, erva-das-pampas, paina, capim-das-pampas, plumas, penacho-branco

Família: Poaceae (Gramineae)

Estatuto em Portugal: integra a Lista Nacional de Espécies Invasoras (anexo II do Decreto-Lei nº 92/2019, de 10 julho).

Nível de risco: 26 | Valor obtido de acordo com um protocolo adaptado do Australian Weed Risk Assessment (Pheloung et al. 1999), por Morais et al. (2017), segundo o qual valores acima de 13 significam que a espécie tem risco de ter comportamento invasor no território Português | Actualizado em 30/09/2017.

Sinonímia: Arundo selloana Schult, Cortaderia dioica (Spreng.) Speg, Cortaderia argentea (Nees) Stapf, Arundo selloana Schult. & Schult., Gynerium argenteum Nees

Data de atualização: 26/07/2023

Ajude-nos a mapear esta espécie no nosso projeto de ciência cidadã  "invasoras.pt" no BioDiversity4All/iNaturalist. Contribua submetendo registos de localização desta espécie onde a observar.

 

Avistamentos actuais da espécie: 
Porte: 

Como reconhecer

Erva perene de até 2,5 m, rizomatosa, com uma grande roseta de folhas basilar que chega a atingir 3,5 m de diâmetro, com numerosos caules encimados por grandes panículas vistosas, frequentemente branco-prateadas.

Folhas: acinzentadas ou verde-azuladas, lineares, de margens muito cortantes, com ápice acuminado, formando um “v” quando vistas em corte transversal.

Flores: reunidas em panículas, semelhante a plumas grandes, densas, branco-prateadas (por vezes violeta-claras), com 40-70 cm, podendo situar-se a mais de 4 m de altura. Morfologicamente a espécie é ginodióica (ou seja, alguns indivíduos têm flores hermafroditas e flores femininas) mas funcionalmente é dióica (as plantas hermafroditas funcionam como dadoras de pólen, ou seja, "masculinas2) pelo que é necessária a presença de indivíduos femininos e "masculinos" relativamente próximos para ocorrer formação de sementes. As flores femininas têm mais pelos o que resulta em panículas mais plumosas e vistosas do que as hermafroditas.

Frutos: cariopses escuras de 2-2,5 mm de comprimento.

Floração: agosto a outubro, podendo surgir mais pontualmente noutras alturas.

 

Espécies semelhantes

Cortaderia jubata (Lemoine ex Carrière) Stapf é semelhante, mas a panícula é mais solta, e de cor rosada ou violeta-escuro; os colmos são 2-2,5 vezes mais longos do que a roseta de folhas; e as folhas são verde-vivo a verde-escuras.

 

Características que facilitam a invasão

Reproduz-se por via seminal produzindo muitas sementes (uma planta feminina pode produzir até 1 milhão de sementes), as quais são dispersas muito eficazmente pelo vento, originando focos de invasão em locais distantes.

Área de