Login | |

Há por aí cidadãos-cientistas?

– vemos de novo erva-das-Pampas em flor por todo o lado, pelo que voltamos a publicar este artigo –

Precisamos de ajuda de cidadãos-cientistas para mapear a invasora erva-das-Pampas. Mas o que são plantas invasorasPlantas invasoras são plantas que vieram de outros locais do mundo (exóticas), adaptaram-se muito bem no nosso território, e hoje em dia reproduzem-se e dispersam pelos seus próprios meios para longe dos locais onde foram introduzidas pelo Homem, causando impactes ambientais e económicos negativos.

Entre as piores plantas invasoras em Portugal, encontra-se a erva-das-Pampas, também conhecida por penacho ou plumas. Nesta altura do ano, esta espécie está em flor pelo que é mais fácil distingui-la na paisagem e vê-la onde geralmente não vemos. Por isso, é a altura ideal para pedir a ajuda de todos para a colocar no mapa de avistamentos que temos no invasoras.pt – este mapa é uma plataforma de ciência-cidadã em que contamos com a colaboração de todos os cidadãos para construir o mapa das plantas invasoras em Portugal.

Quem pode colaborar?

Todos! Todos podem ser cidadãos-cientistas ao ajudar a recolher informação sobre a localização das plantas invasoras. Cada cidadão pode registar-se no site (clicando em REGISTE-SE AQUI), ou fazer LOGIN se já estiver registado, e registar as plantas invasoras que vê perto de si no mapa de avistamentos, tornando-se um cidadão-cientista. Para tal podem usar o site ou a app Plantas invasoras para dispositivos Android*, disponível no Google Play. A informação registada fica disponível não só para investigação, mas também para gestão das plantas invasorasestá disponível para todos.

* se registar avistamentos através de app para Android, é preferível que aguarde que na LOCALIZAÇÃO que aparece abaixo do mapa (no início do formulário) apareça a informação “coordenadas (GPS)“; quando a localização é obtida por “coordenadas (rede menos exacta)”, por vezes, o local fica muito afastado do original. Na sua área de utilizador pode posteriormente verificar a localização e alterá-la, se necessário.

mapa

Submeter um avistamento é fácil. É apenas necessário uma fotografia e alguma informação sobre o local onde está a planta invasora, submeter o registo e esperar que apareça no mapa depois de validado pela nossa equipa. Podem ver um pequeno vídeo e consultar as FAQ para esclarecer possíveis dúvidas.

Nesta altura do ano, pedimos ajuda para mapear a erva-das-Pampas. Esta espécie é facilmente identificável pelas grandes plumas branco-prateadas que se formam por agora. Foi (e infelizmente ainda é) muito utilizada como planta ornamental, mas dispersou muito para além dos jardins onde foi plantada e hoje em dia invade grandes extensões em dunas costeiras, ao longo de vias de comunicação e áreas perturbadas (terrenos baldios e abandonados).

 

Podem também ajudar a controlar a dispersão!

Se têm esta planta no jardim o melhor é removê-la. Uma vez que os milhões de sementes que produz são muito pequenas, estas são facilmente dispersas pelo vento, e poucas plantas têm potencial para originar muitas outras que depois invadem áreas muito mais extensas. Assim, o melhor é eliminá-las o quanto antes. Podem ver como controlar na ficha da espécie, na aba Controlo. Se têm uma área extensa invadida (ou uma área para a qual têm autorização para agir; é importante lembrar que não se pode entrar em propriedade privada sem autorização!) e não têm capacidade para eliminar todas as plantas, podem remover as plumas, diminuindo a capacidade de dispersão da planta. É preciso muito cuidado porque as folhas são cortantes! As plumas devem ser removidas e eliminadas (colocando em sacos até decomporem ou deixando a decompor onde não possam dispersar, considerando que as sementes podem já estar formadas ou podem desenvolver-se depois de removidas da planta; queimando ou enterrando) o quanto antes (ainda durante as primeiras semanas de Setembro porque este ano começaram a florir mais cedo) de forma a não permitir a formação das sementes.

Invasão por erva-das-Pampas

Claro que são muito bem-vindos a mapear outras plantas invasoras além da erva-das-Pampas.

 

Ajudem a mapear as plantas invasoras em Portugal e partilhem este artigo para chegar a mais pessoas!

Se cada cidadão, desde o local onde está, registar 3 ou 4 focos de invasão, o mapa das Plantas Invasoras em Portugal ficará rapidamente mais completo e essa informação pode ajudar na investigação e gestão das espécies invasoras.

Obrigado a todos pela ajuda! 

Comentários

https://goo.gl/maps/D5URYYV6Crj

Cara Diana, Obrigada pelo link. Pedimos desculpa pela demora a aprovar e responder ao comentário. Assustador :( Consegue registar esse ponto no nosso mapa em http://invasoras.pt/mapa-de-avistamentos/ ? Pode ver como funciona em http://invasoras.pt/mapa-de-avistamentos/mapa-de-avistamentos-faqs/ e se tiver duvidas escrever-nos para invader@uc.pt Obrigado!

Aqui na area do porto e Matosinhos a erva das pampas é um completo pesadelo, nos ultimos 3 anos não param de aumentar, muitos terrenos ha 3 anos onde se viam varias borboletas como a colias croceus, a vanessa virginiensis, a vanessa cardui , a borboleta pavão etc estão completamente apinhados de erva das pampas mesmo no centro do porto (estação de metro de francos) e muitos sitios em matosinhos) Os bons dias e a erva da fortuna também não ficam atras.

Caro Rui, Obrigado pelo comentário e informação. Pedimos desculpa pela demora em aprovar e responder ao comentário! É realmente assustador o que esta (e outras invasoras) estão a fazer à nossa biodiversidade nativa :( Consegue registar alguns desses pontos no nosso mapa, em http://invasoras.pt/mapa-de-avistamentos/ ? Se tiver duvidas pode ver como funciona em http://invasoras.pt/mapa-de-avistamentos/mapa-de-avistamentos-faqs/ ou escrever-nos para invader@uc.pt Obrigado!

moro em rio de mouro e por aqui a erva das pampas está a proliferar de modo assustador. As canas são uma lástima e agora tb estes penachos a encher tudo em pouco dias. tenho fotos se quiserem e posso indicar o local.

Cara Arminda, Obrigado pelo comentário. Pedimos desculpa pela demora em aprovar e responder! Sim, pode enviar-nos fotos e local para invader@uc.pt No entanto, pode também registar esse avistamento no nosso mapa em: http://invasoras.pt/mapa-de-avistamentos/, registando-se no mapa e submetendo o avistamento. Pode ver como funciona em http://invasoras.pt/mapa-de-avistamentos/mapa-de-avistamentos-faqs/. Se tiver dúvidas, entre em contacto para o mail referido acima, pf. Muito obrigado!